O colecionador de quilómetros.

Brian Tinkler já fez muita estrada.

"Posers". Brian tem pouco tempo para esse tipo de motociclista. "Muita presunção, na minha opinião", afirma o reformado de 60 anos do sul da Califórnia. Brian não se exibe nem precisa de se gabar das suas capacidades na moto. Aliás, nem sequer fala sobre andar de moto. Limita-se a fazê-lo. "Conduzir é o que importa", declara. De preferência, depressa.

Sou um homem de poucas palavras. Mas de muitos quilómetros. #MAKEITSPEZIAL

Um não-conformista.

Um não-conformista.

Brian coleciona quilómetros nas suas quatro motos como se nada fosse. À primeira vista, tem um aspeto despretensioso, quase se parece com um tio nosso. Mas, com mais atenção, percebemos que Brian é um não-conformista. Um individualista. Um tipo especial, independente e livre como as viagens porreiras que faz pela Califórnia. Nunca sigas a multidão. Foi sempre este o seu lema.

+ Leia mais

Brian andou pela primeira de vez de moto quando tinha 12 anos. Estava de visita à quinta de um primo em Oregon. A partir do dia em que andou numa scooter Vespa, passou a reparar em motos fixes. Anos mais tarde, sonhava ter uma BMW R 90 S, a moto que Roland Sands, o famoso personalizador, reinventou como a Concept Ninety. Brian acabou por comprar uma R 100 S, mas, ainda assim, realizou o seu sonho. Também anda nas outras três motos, dependendo do humor com que está. Um amante da diversidade, o reformado alterna entre a moto de sport-turismo, a dual-sport e a clássica naked.  

+ Leia mais

As motos precisam de amor e carinho. Isso é um dado adquirido para Tink, como os amigos o tratam. Então, no seu caso, o que significa "amor e carinho"? Às vezes, usa uma escova de dentes velha para esfregar áreas de difícil acesso das motos e dar brilho a partes com pó. Sabe que é um bocado chato, mas as motos são tudo para Tink. Contudo, não lhes põe alcunhas. "Que tontice. Não é o que as mulheres fazem" – pergunta com um gesto desdenhoso.

+ Leia mais

Para Tink, usar capacete é tão importante como limpar as motos com uma escova de dentes. A segurança vem em primeiro lugar: "Dou valor à minha vida e quero proteger-me". Um homem com prioridades claras. Brian tem muitas viagens planeadas e quer colecionar ainda mais quilómetros. "Por vezes, ando com mais algumas pessoas, mas também gosto de viajar sozinho". Dessa forma, pode descontrair mais e desfrutar da liberdade de estar na estrada. Enquanto ouve os roqueiros Led Zeppelin ou Jimmy Hendrix. Quando anda de moto, ocorrem-lhe as palavras "respira", "pensa" e "sobrevive". Pode parecer um pouco existencialista, mas é o que Tink escreveria no depósito. Afinal de contas, é um individualista. 

+ Leia mais
Mais perfis que poderão interessar-te.

Já escolheste a tua?

spinner