Relembrar o GS Trophy Internacional 2016.

A equipe da África do Sul ganha o desafio GS na Tailândia.

Manobrar motos sobre pontes em ruínas, atravessar rios com a GS e trocar pneus às pressas: o GS Trophy Internacional é um desafio de Enduro sem igual. Em 2016, aconteceu mais uma edição do evento. Dezenove equipes de todo o mundo pilotaram suas BMW R 1200 GS pelo norte da Tailândia. Os pilotos GS percorreram 1.400 quilômetros, realizaram 19 testes especiais e sete etapas diárias. Atravessaram selvas, barragens e florestas tropicais e suportaram um calor infernal e uma umidade extrema. O sexto GS Trophy Internacional deixou os participantes fisicamente exaustos, mas satisfeitos em todos os outros aspectos.

Vantagem de 31 pontos

No final, John Harris, Byron Coetsee e Charl Moolman ficaram um passo à frente dos outros competidores. A equipe da África do Sul obteve uma vitória decisiva no GS Trophy Internacional com uma vantagem de 31 pontos. Os sul-africanos foram seguidos pelos alemães e britânicos, que ficaram empatados na segunda colocação, já que contabilizaram o mesmo número de pontos. "O fato de termos ganho o GS Trophy, sem dúvida, tiramos um grande peso dos ombros", admite Byron Coetsee, de 23 anos. Foi por pouco que a equipe não alcançou o primeiro lugar em 2010 e 2014.

+ Leia mais
Todos os pilotos podem se considerar vencedores. O simples fato de os participantes terem finalizado a aventura com testes difíceis, incluindo travessias de rios e exercícios de força e agilidade, é suficiente para também serem campeões desta exigente prova de Enduro. Antes de chegarem ao fim deste desafio, os competidores tiveram que demonstrar toda a sua coragem em eventos de qualificação.
+ Leia mais
De todos os eventos GS Trophy, a competição na Tailândia provou que apenas verdadeiras equipes com um forte espírito de companheirismo conseguem vencer uma prova tão dura e empolgante.

Heiner Faust, chefe de vendas e marketing da BMW Motorrad

Mais histórias que poderão interessar-te.
Motociclos aptos.