Na estrada em qualquer parte, em casa em qualquer parte.

Cada GS é um marco.

Todas as histórias de sucesso têm um começo. Para a GS, tudo começou em 1980, no sul de França, quando a BMW Motorrad apresentou a primeira moto dual-sport de grande porte do mundo, a R 80 G/S. Desde então, o fabricante tem definido os padrões neste segmento. E não tem parado de escrever histórias de sucesso.  

O caminho para a primeira enduro.

O caminho para a primeira enduro.

1978-1980: sem dúvida alguma que a BMW GS tem as suas raízes nos desportos motorizados todo-o-terreno. Os engenheiros e mecânicos da marca desenvolveram as suas próprias motos e criaram um protótipo apto a ser homologado para utilização na via pública sem uma ordem de desenvolvimento oficial. Este protótipo atraiu as atenções, tanto a nível da condução na estrada como todo-o-terreno, com as melhores características de condução, por exemplo, na competição Six Days. A direção da BMW Motorrad GmbH ficou imediatamente convencida e deu luz verde ao projeto – em menos de 21 meses, a BMW apresentava os resultados ao público.  

+ Leia mais

A nova classe de veículo.

A nova classe de veículo.

1980-1987: uma moto versátil para todo-o-terreno e turismo? Sim, isso existe. Com a R 80 G/S conseguiu-se uma síntese perfeita de condução todo-o-terreno e na estrada – simplesmente G/S. Com ela nasceu o segmento de moto dual-sport em grande escala e tem dominado deste então. Em autoestradas, estradas secundárias, caminhos rurais e terra batida, o condutor tem pleno controlo da moto seja em que situação for e pode desfrutar de um conforto fora de série, mesmo em viagens longas. O monobraço oscilante é um destaque técnico – a suspensão traseira designada como monolever.  

+ Leia mais

A segunda geração.

A segunda geração.

1987-1996: mais capacidade é a regra do jogo com o novo modelo topo de gama R 100 GS. A GS totalmente remodelada viria a ser a mais potente e rápida Enduro no mercado. Na roda traseira, o BMW Paralever, um monobraço oscilante traseiro com suporte de binário, garante uma maneabilidade mais leve na condução todo-o-terreno, bem como um conforto de condução incrível no asfalto. Final espetacular: no final do período de produção surgiram os modelos de série R 100 GS PD Classic e R 80 GS Basic.  

+ Leia mais

Motores de quatro válvulas e Adventure.

Motores de quatro válvulas e Adventure.

1994-2003: a BMW Motorrad continua a reinventar-se. Em 1994 surgiu no mercado a R 1100 GS; a primeira Enduro com um motor de quatro válvulas. Esta moto cativa com a sua maneabilidade todo-o-terreno leve combinada com características de turismo excecionais na estrada. O modelo sucessor R 1150 GS continua a escrever uma história de sucesso das motos dual-sport da BMW Motorrad, à semelhança da R 1150 GS Adventure, que surgiu em 2002 e está adaptada para satisfazer as necessidades de quem percorre longas distâncias.  

+ Leia mais

A GS monocilíndrica.

A GS monocilíndrica.

2000-2007: após o estrondoso sucesso dos modelos "Funduro" F 650 e F 650 ST, a BMW Motorrad apresentou uma versão remodelada das máquinas monocilíndricas a partir de 2000. Com a F 650 GS e a F 650 GS Dakar, até mesmo os novatos conseguem desfrutar do feeling Enduro típico. Com a unidade monocilíndrica de refrigeração líquida, a nova adição à família tem uma motorização suficiente e dá provas de ser a moto ideal para o dia-a-dia. A "pequenota" tem também os genes de campeão típicos da GS: nas edições de 1999 e 2000 do Paris-Dakar foi a primeira a cruzar a meta.  

+ Leia mais

A BMW R 1200 GS.

A BMW R 1200 GS.

2004-2012: a BMW Motorrad continua o seu trilho de sucesso e relança a GS em 2004. A moto apresenta agora uma cilindrada, uma potência e um binário superiores ao mesmo tempo que pesa menos 30 quilos. Isto resultou em prestações mais dinâmicas em todo-o-terreno. Em 2005, seguiu-se a R 1200 GS Adventure para os viajantes incansáveis. Desde o seu lançamento, a R 1200 GS tem sido continuamente aperfeiçoada até ao mais ínfimo pormenor: com o sistema ESA (Ajuste Eletrónico da Suspensão) disponível desde 2008, o condutor consegue ajustar o chassis e a suspensão às condições da estrada durante a condução.

+ Leia mais
Transferência
  • Edição especial 30 anos GS
    PDF   |   5.69 MB   |   Português

Mais membros da família

Enduros BMW com motor bicilíndrico em linha.

Enduros BMW com motor bicilíndrico em linha.

Desde 2008: as sucessoras da F 650 GS com motores monocilíndricos são a F 800 GS e a F 650 GS. No ano de construção 2008, a BMW Motorrad apresentou os modelos Enduro completamente remodelados com motor em linha com refrigeração líquida e transmissão de corrente na roda traseira. As duas motos proporcionam aos condutores aventura no sentido mais puro mesmo na gama média e com uma excelente maneabilidade. Desde o início, os dois modelos adequados para longas distâncias ocuparam as posições dianteiras na estatísticas de homologação.  

+ Leia mais

A R 1200 GS com refrigeração líquida.

A R 1200 GS com refrigeração líquida.

Desde 2013: um símbolo ainda mais perfeito. O motor boxer completamente remodelado abre uma nova era para a R 1200 GS. Pela primeira vez, os engenheiros da BMW Motorrad instalaram um motor com refrigeração líquida no bem-sucedido modelo. Além disso, a moto apresenta agora mais cavalos e um desempenho ainda melhor, resultado da maior estabilidade e precisão de condução graças à suspensão Dynamic ESA semiativa. O condutor pode optar entre cinco modos de condução diferentes.  

+ Leia mais
Mais histórias que poderão interessar-te.
Motociclos aptos.