A BMW Motorrad foi o primeiro fabricante a oferecer este acessório opcional instalado de fábrica.

Através da ativação automática e manual, a "chamada de emergência inteligente" envia as coordenadas do veículo diretamente para o centro de assistência, em vez de ligar apenas o condutor ao centro de coordenação de ação de socorro local. Com a ajuda destes dados também é possível determinar o sentido da marcha, para além do local do acidente, para que até mesmo os destinos mais difíceis de encontrar possam ser alcançados rapidamente pelos serviços de emergência - uma inovação na indústria dos motociclos.

Depois de o centro de assistência ser informado, tentam estabelecer contacto com a vítima. Não são necessárias informações adicionais do autor da chamada para ativar a ação de socorro. Tão exclusivo como a BMW: a comunicação e o apoio à vítima são realizados pelo cliente no idioma escolhido. Assim, é possível esclarecer perguntas importantes mesmo antes de os serviços de emergência chegarem.

+ Leia mais

As consequências da colisão e o estado da moto são transmitidos através de sensores na moto para que os acidentes possam ser reconhecidos de forma credível e diferenciados das situações típicas da condução de motos. O condutor pode verificar se a chamada de emergência foi ativada através do ícone no painel de instrumentos e do sinal acústico. Não é necessário um sistema de comunicação no capacete para estabelecer comunicação por voz com o centro de assistência, porque no lado direito do guiador está instalado um altifalante e um microfone.

+ Leia mais
A "chamada de emergência inteligente" abrange os seguintes cenários principais:
  • Cenário 1: ativação automática devido a queda/impacto grave (p. ex., colisão frontal a alta velocidade)
    A chamada de emergência é ativada automaticamente em caso de queda ou impacto grave. A comunicação por voz com o condutor é estabelecida, mas não é absolutamente necessária neste caso. Se ocorrer um acidente grave, os serviços de socorro são iniciados de imediato.
  • Cenário 2: ativação automática devido a queda/impacto ligeiro (p. ex., derrapagem da roda dianteira a baixa velocidade)
    No caso de acidentes menores, a "chamada de emergência inteligente" é ativada após um breve momento. Isto dá ao condutor a oportunidade de cancelar a chamada de emergência manualmente caso a ajuda ou os serviços de socorro não sejam necessários. Se a ECALL não for cancelada, é estabelecida a comunicação por voz para avaliar a gravidade do acidente.
  • Cenário 3: ativação manual em situações de emergência
    Neste caso - com a chamada de assistência para outras ocorrências - a chamada de emergência é ativada ao manter premido o botão SOS instalado no guiador, sendo estabelecida a comunicação por voz. No caso da ativação manual, a comunicação por voz é necessária para iniciar futuras ações. A vítima também tem a oportunidade de terminar a chamada de emergência ao premir o botão SOS ou desligar o motor. A ativação manual da "chamada de emergência inteligente" só é possível quando estiver parado e com a ignição ligada.
Para ativar o sistema, o condutor não precisa de ativar um cartão SIM, nem terá custos adicionais pela utilização do serviço de dados. A "chamada de emergência inteligente" está ativa desde o início da viagem e pronta a utilizar, pelo que pode pedir ajuda imediatamente em caso de acidente. Isto poupa tempo precioso, que pode ser a diferença entre a vida e a morte num acidente grave. Várias utilizações do sistema ECALL em automóveis demonstraram que os serviços de emergência chegam ao local dos acidentes 40 a 50% mais depressa com a ajuda deste sistema de segurança. A diferenciação fiável de não acidentes é possível através do sistema de sensor abrangente e inteligente para detetar acidentes. Graças à utilização de roaming, "a chamada de emergência inteligente" utiliza sempre a melhor rede possível, independentemente da localização do acidente. Em seguida, são apenas transmitidas informações sobre a hora e o local da moto, o número de identificação do veículo e o idioma nativo do utilizador. O sistema não guarda quaisquer outros dados de utilizador. Por exemplo, não ocorrem pedidos de localização contínuos ou deteção de velocidade.
Para garantir que o nível de qualidade do serviço é o requerido, o sistema de chamada de emergência inteligente será exaustivamente testada um pouco antes do lançamento em países específicos e será disponibilizado gradualmente.
Atualmente, a ECALL está disponível na maioria dos países do sul, do centro e do norte da Europa, bem como da Europa ocidental como equipamento opcional (6AC), estando previsto o seu lançamento sucessivo noutros países. Para mais informações, contacta o teu concessionário.
A chamada de emergência inteligente pode ser utilizada nos seguintes países: Áustria, Bélgica, França, Alemanha, Irlanda, Itália, Luxemburgo, Mónaco, Países Baixos, Noruega (2/2018), Polónia, Portugal, São Marino, Suécia (9/2017), Suíça, Espanha, Cidade do Vaticano e Reino Unido.
A rede ECALL está a expandir constantemente. A chamada de emergência inteligente será expandida para outros países ao longo do ano.
+ Leia mais
Termos e Condições e Política de Privacidade
  • Termos e Condições
    MP3   |   0.84 MB

Ainda mais tecnologia em pormenor